desenho carlos marreiros

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

ilegais


Ao longo da história da indústria de Macau, as fábricas do território sempre laboraram com mão-de-obra à base de trabalhadores ilegais oriundos da República Popular da China. Na grande maioria dos casos uma autêntica exploração quase em regime de escravatura.

1 comentário:

  1. É totalmente verdade o que diz, eu, pertencendo aos quadros ddaa PMF, tinha como missão fiscalizar todas aas fábricas que ficavam dentro da orla marrítima e detive imensos trabalhadores ilegais, e que muitas vezes, algumas fábricas tinham 100% de trabalhadores ilegais, mas, os meus chefes, por vezes, rasgavam os autos de notícia que eu fazia, e tudo ficava na mesma.
    Sei que o caro amigo, conheceu perfeitamente a realidade dde Macau, tenho embarcado numa das vedetas da PMF e passado a noite, assistindo in loco â vinda ilegal de mujitos imigrantes da RPC.
    Artigo esse que ainda guardo, bem como outro dde uma entrevista que fez ao Comandante da PFM sobre o contrabando.
    A verdade nua e crua, que irrei dar a conheecer ao amigo José Martins que dentro de dias irá comigo para Macau.
    A imprensa de Macau nos dias de hoje, nada tem dessas reportagens ee baseam'se somente às banais notícias.
    Salve Amigo Seveerino

    ResponderEliminar