desenho carlos marreiros

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

jorge álvares


O padre Manuel Teixeira quando lhe perguntava a idade costumava responder-me com ironia que era mais velho que o seu conterrâneo de Freixo de Espada à Cinta, Jorge Álvares. Este grande português foi o primeiro explorador europeu a aportar directamente na China e a visitar o território de Hong Kong em 1513. A sua estátua no centro da cidade de Macau é um marco de portugalidade.

1 comentário:

  1. João,
    Esta não sabia do Padre Teixeira... E que o Jorge Álvares era de Freixo Espada-à-Cinta... Lá ia o velho padre de barbas brancas a caminhar pela ponte de Macau até à Taipa no fim da tarde.
    Grande Homem que nos legou um espólio raro de livros sobre a história dos portugueses na Ásia.
    Escreveu quatro livros sobre a presença portuguesa no Sudeste Asiático: Portugal na Tailândia, Portugal no Cambodja, Portugal na Birmânia e Portugal em Singapura.
    Pagaram-lhe mal, muito mal ao fim de uma vida dedicada a divulgar Portugal nestas paragens. Foi praticamente expulso de Macau.
    Aqueles que se ajoelharam a seus pés abandonaram-no.
    Quando regressou a Portugal, apenas tinha à sua espera, no aeroporto, o General Rocha Vieira, o último Governador de Macau.
    Morreu e talvez só aos cuidados de irmãs da caridade em Trás-os-Montes.
    Continuas a fazer um bom trabalho divulgares o Macau do teu tempo e meu também.
    Abraço amigo
    Zé Martins
    .
    P.S. Vou estar em Macau de 9 a 16 de Outubro, asilado em casa do amigo António Cambeta.
    Já está agendado um jantar com o teu amigo e meu Helder Fernando. Vamos falar ti!

    ResponderEliminar